Home » Na Cara » Quais as seqüelas de pacientes submetidos à Glossectomia parcial

29
set

Quais as seqüelas de pacientes submetidos à Glossectomia parcial

Postado por Caretas em 29 de setembro de 2010

O sistema estomatognático é composto de vários elementos anatômicos que permitem a respiração, mastigação, sucção, deglutição e fala.

Algumas situações provocam lesão destas estruturas, como a glossectomia decorrente de cirurgia curativa do câncer na cavidade oral, ocasionando dificuldade na mastigação, deglutição e fonação. Embora a perda da mastigação possa ser compensada pela mudança da consistência do alimento, a perda da deglutição é condição comprometedora à vida humana. Além de importante função na deglutição, a língua é o articulador mais importante e mais ativo da fala. Funciona de maneira a modificar a forma da cavidade oral e em conseqüências as características de ressonância. Quando acometida, todo o mecanismo de deglutição e fonoarticulação podem alterar-se.

O câncer de língua é um exemplo clássico, para a perda de algumas funções do sistema estomatognático, está principalmente relacionado ao tabagismo e etilismo.

Quando a doença se manifesta na boca, é necessário o acompanhamento fonoaudiológico pré e pós-operatório no tratamento do paciente, em função das muitas seqüelas decorrentes da cirurgia de glossectomia parcial ou total.

Estudos mostram que pacientes submetidos à glossectomia parcial apresentam como seqüelas mais freqüentes dificuldades na formação do bolo alimentar, movimentação da língua para a deglutição completa e fonação.

 

Disciplina: Anatomia de cabeça e pescoço

Professor orientador: Ramon Aluane Hipólito

Alunas: Adriane Kfuri

Bianca Medreiros de Almeida Mateus

Emanuela de Sousa Santos

Marieli Faria Silva

Michele Gomes dos Santos


Sobre o autor:

Criado por grupo Caretas

Comentarios


↑ Ir Para Topo Da Página

9 Comentários para Quais as seqüelas de pacientes submetidos à Glossectomia parcial

  1. Anna disse:

    Muito interessante amigas!! estão todas de parabéns!! Particularmente foi um tema que ainda não conhecia!!!

  2. Eduardo disse:

    Muito interessante este assunto… continuem assim nos deixando bem informados quanto aos cuidados que devemos ter com a nossa saúde. Um grande abraço para todas.

  3. Amanda Priscila disse:

    Parabéns pela escolha um assunto novo e super interessante,mostrando como o fonoáudiologo tem função em vário casos clínicos.

  4. petrucia disse:

    Adorei saber mais pois já passei por isso com minha Mãe mas graças a Deus ela ja esta bem melhor muito obrigada!

  5. Camila disse:

    Nossa muito interessante esse assunto!!Nem sabia disso tudo..

  6. Rafaela disse:

    Parabéns!!!O tema abordado é de extrema importância para todos nós.A s informações foram bem objetivas.

  7. MICHELLY disse:

    vale salientar que na glossectomia parcial as partes ressecadas podem variar dependendo do comprometimento.Pórtanto as sequelas podem variar.

  8. rita disse:

    meu cunhado estava com glossectomia parcial ,fez cirurgia e nao teve sequela nenhuma,esta comendo ,falando normalmente.

  9. Eliete do Nascimento Ferreira disse:

    Olá! Meu irmão passou por uma cirurgia de glossectomia total há 30 dias e eu gostaria de me comunicar com pacientes que fizeram a mesma cirurgia ou parentes, para troca de experiências e dicas. Obrigada!

Deixe um comentário

Nome (obrigatório)

E-mail (Não sera publicado) (obrigatório)

Site

Mensagem